Chuck, 5 anos se foram e ainda dói

Chuck, 5  anos se foram e ainda dói

Em breve teremos um texto aqui de recomendação dessa série que fez muito sucesso e a felicidade de muitos, mas que é pouco lembrada, mas esse post é para quem já conhece e viveu a emoção de assistir os 91 episódios dessa história. Fiquem de olho, pois o texto guia para assistir Chuck pode sair a qualquer momento.

Cinco anos atrás em 27/01/2012 ia ao ar na TV norte-americana, no canal NBC, o episódio final de Chuck, o décimo terceiro episódio da quinta temporada era intitulado Chuck v The Goodbye, como todo fã da série eu sabia que nada era por acaso e que o nome não tinha relação somente com a despedida da série, mas com muitas despedidas. Não precisarei lembrar muito a vocês sobre o final, acho difícil que os chucksters tenham esquecido aquele episódio, mas acredito que os detalhes que mais ficaram na memória foram os da cena final. Então proponho a vocês uma viagem pelas emoções do último episódio de Chuck, peguem os seus lenços e vamos relembrar uma das melhores séries para nerds já feitas nesse mundo.

Nos episódios finais da da quinta temporada Sarah é forçada a fazer download do Intersect o que começa a trazer problemas, temos  o avanço da trama com Quinn e ele acaba usando a situação a seu favor e a nossa protagonista perde a memória e acaba se tornando vilã por alguns momentos. No décimo segundo episódio nossos corações são partidos quando ela tenta matar Chuck, ameaça Ellie e faz diversas maldades por acreditar na história que Quinn contou.

No último episódio, ela acaba precisando da ajuda de Chuck para prender o vilão, cada segundo do episódio é construído para ser uma despedida grandiosa dentro do universo da série. Alguns personagens vão ter as suas primeiras falas, temos o Wienerlicious de volta e parte do plano para derrotar o grande vilão envolve Sarah trabalhar lá disfarçada. Temos direito também a uma bomba semelhante a que apareceu no primeiro episódio da série e  Jeffster salvando o dia com sua terrível música.

Chuck v The Goodbye e Chuck v The Pilot

 

A parte da bomba é tocante, percebemos que as memórias de Sarah estão lá em algum lugar, só que ela não consegue “acessá-las”, talvez essa parte fosse apenas um presente para acalentar os sofridos fãs. Ela tem a mesma ideia que Chuck teve no primeiro episódio da série para parar a bomba, o vírus Irene Demova. Depois de toda a tensão e de salvarem o dia é realmente a hora de dizer adeus.

Ellie e Devon vão se mudar, pois conseguiram o trabalho dos sonhos bem longe de Burbank, com o time Bartowski fora de operação é hora de Casey finalmente partir. Morgan finalmente cresceu e resolveu dar o grande passo: agora ele vai morar junto com Alex. Mary ainda não consegue se prender a lugar nenhum e também irá partir. Todas essas despedidas são muito bem representadas pela música final do episódio, outro presente: River and Roads – The Head and The Heart. Confira um trecho da letra:

A year from now we’ll all be gone
Em um ano todos nós teremos partido

All our friends will move away
Todos nossos amigos irão se mudar

And they’re goin’ to better places
E eles estão indo para lugares melhores

But our friends will be gone away
Mas nossos amigos irão embora

Depois do desfecho com o caso da bomba Jeff e Lester conseguem um contrato com uma gravadora. O time Bartowski se reúne pela última vez na base e temos que sofrer escutando Sarah dizer que ela acredita em tudo o que Chuck diz, tudo sobre eles, mas ela não sente nada. Chuck está sozinho, outro ponto semelhante a primeira temporada, mas aqui nós sabemos que Sarah é a única, a mulher da vida dele e esperamos duas temporadas e meia para eles ficarem e juntos e quatro para eles se casarem para ver isso ser destruído na quinta temporada, é muito triste.

Com as devidas despedidas caminhamos para o final da nossa amada série, no fim Chuck sabe onde Sarah vai estar e resolve ir atrás dela. Então voltamos a mesma praia do primeiro episódio da série, onde os dois conversam e Sarah pede que Chuck conte mais uma vez a história de como os dois se apaixonaram. Nesse momento nosso corações partidos se renovaram e temos muita esperança de que tudo vai ficar bem, de que os dois vão voltar para casa e continuar a vida do momento em que haviam parado.

Chuck v The Goodbye
Chuck vs The Pilot

Chuck conta a Sarah sobre a ideia maluca de Morgan de que talvez um beijo mágico resolvesse, quando Sarah pede que ele a beije as coisas parecem chegar ao que seria um final feliz, mas só isso, por que foi assim que Chuck acabou.  Não sabemos se o beijo funcionou e Sarah recuperou a memória, muito menos se os dois ficam juntos.

Os criadores da série não quiseram confirmar nada, mas afirmaram que o restante da história é o que nós, os fãs, quisermos. É muito triste pensar na possibilidade do beijo não ter funcionado e por ser pessimista odiei esse final durante muito tempo. Na minha cabeça não havia outra possibilidade que não fosse os dois estarem separados, pois se fosse para ficarem juntos teria sido mostrado no final.

O beijo mágico

Foi muito tempo perdido odiando o final de Chuck e ficando sem assistir, mas com o tempo, ainda que duvidemos que o beijo tenha funcionado, percebemos que é egoísmo deixar toda uma temporada feita em homenagem aos fãs para trás só por causa de uma cena final. Ainda mais uma cena que deixa espaço aberto para o que quisermos, mas ainda não é fácil, mesmo depois de superar, ainda dói assistir aos episódios finais da série.

É doloroso ver todos os esforços de Chuck para que Sarah se lembrasse da vida que eles tiveram juntos, é mais doloroso ainda ter de volta a Sarah que existia antes que Chuck mudasse a vida dela, ela é impulsiva e até cruel e no último episódio é mais doloroso ainda ver o sofrimento dela ao perceber que ela teve uma vida ao lado de Chuck e que não se lembra de nada.

É por todas essas coisas que Chuck vs The Goodbye ainda dói, mesmo depois de 5 anos.

E para você, o que aconteceu depois do beijo mágico?

Vamos relembrar a cena final?

Lady Hortencia

20 e poucos anos, estudante de Direito, curte um bocado de cultura nerd e artes visuais, nas horas vagas cuida da sede desse Conselho e tenta manter tudo em ordem

More Posts

Commentários

comments

1 comentário


  1. Não importa quantas vezes eu assista, sempre me emociono com essa série. Apesar da última temporada não ter sido das melhores e o vilão não ter sido tão foda quanto o Shaw ou Volkoff, acho que o final foi perfeito. Para mim umas das séries que mais gosto e sempre vou gostar.

    Responder

    1. Também é uma das minhas favoritas de sempre, apesar da quinta ter sido bem abaixo da média da série.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *