13 Reasons Why é uma série para todo mundo que se importa

13 Reasons Why é uma série para todo mundo que se importa


>Como dever ser do conhecimento de todos, já que aparentemente a série quebrou a internet, foi ao ar dia 31 de março na plataforma Netflix a primeira temporada de 13 Reasons Why. A série com 13 episódios conta a história de Clay Jensen, um estudante do Ensino Médio que vê sua vida mudar após o suicídio da colega de classe Hannah Baker. Um dia Clay encontra em sua porta uma caixa de sapatos contendo sete  fitas cassete, nessa fitas Hannah conta a história de sua vida, em especial dos motivos que a levaram a cometer suicídio.

Aos poucos Clay entende que existem 13 porquês, treze pessoas que colaboraram para que Hannah cometesse suicídio e por isso as fitas devem ser compartilhadas entre eles, seguindo uma cadeia. A série é baseada no livro homônimo de Jay Asher e tem Selena Gomez na produção. Sucesso de crítica desde antes do lançamento, pois os sites maiores puderam assistir aos primeiros episódios algumas semanas antes, a série agora conquistou o público.

E nesta crítica vamos analisar profundamente a série e com muitos spoilers,  afinal já tivemos alguns dias para maratonar não é mesmo?.

Não é difícil entender o sucesso da série, é compreensível, é aceitável, mas não estamos aqui para discutir isso e sim para demonstrar nossa opinião a respeito. A série começa de maneira quase monótona, mas vai conquistando nossa curiosidade a partir do momento em que Clay começa a ouvir as fitas, nós queremos desvendar o mais rápido possível o mistério por trás do suicídio de Hannah Baker.

Hannah Baker (Katherine Langford)

A série é claramente construída para o público adolescente, mas acaba por conquistar também o público jovem e adulto, é que qualquer um que já tenha sido adolescente um dia consegue se identificar por algumas situações vividas por Hannah, Clay e os outros porquês.

Com o desenrolar da história ficamos devastados ao assistir a vida de Hannah ser sugada aos poucos e não haver ninguém para ajudá-la, mas também começamos a confrontar as situações, até que pontos os 13 são vilões? Hannah não teria sido egoísta?

Pode parecer chocante, mas em alguns momentos eu senti como se existisse certo egoísmo nas ações de Hannah, muito disso se deve a atuação maravilhosa de Kate Walsh ao dar vida a Olivia a mãe da protagonista, é devastador ver a forma como os pais reagem a perda prematura da filha. Ainda assim, Hannah é  a maior vítima de tudo o que ocorre, afinal ela perdeu a vida e nada que seja feito agora poderá mudar isso.

Olivia Baker (Kate Walsh)

Em relação aos porquês, acabamos por conhecer melhor as 13 pessoas por trás de tudo isso e percebemos que elas nem sempre querem ser pessoas ruins e que as vezes foram compelidas a isso, assim como Hannah foi compelida ao suicídio.

Pode parecer egoísmo da minha parte, mas acho que a série mostra o que muitos sabem, diversas vezes chegamos perto de ser os porquês de alguém, mas tão somente por que tivemos nossas experiências terríveis também. Numa maneira de sobrevivência sempre buscamos em alguém um meio de extravasar.

Acredito que seja nesse ponto que esteja o sucesso da série, é extremamente doloroso ver tantas pessoas terem suas vidas destruídas por falta de empatia, ou ainda, ver Hannah ir perdendo a vida aos poucos, sem que ninguém note ou tome uma atitude.

Isso torna a série diferente de todas as séries teens que temos por aí, a humanidade e realidade que ela possui, começamos a questionar a verdade por trás da história de Hannah ou questionar sua conduta, por ser ela dolorosa e realista demais. Quantas Hannah Baker já existiram por aí? O pior é que só escutamos Hannah por que ela está morta.

Alex Standall (Miles Heizer) e Clay Jensen (Dylan Minnette)

Quantas pessoas sofreram coisas semelhantes e não cometeram suicídio? Quantas pessoas procuraram ajuda e não encontraram? Não encontramos histórias assim nas outras séries por aí, muito poucas as abordaram a morte prematura e a forma como as pessoas só começam a se importar quando a pessoa já se foi. A série é sobre isso, sobre abrirmos os nossos olhos e começarmos a pensar melhor nas nossas atitudes e em como elas causam impacto na vida de outras pessoas.

Temos um grande elenco, não tão conhecido, atuando muito bem somados a uma excelente adaptação e uma grande trilha sonora, todos esses elementos juntos acrescidos da humanidade como a série é construída fazem de 13 Reasons Why um sucesso absoluto e uma oportunidade de diálogo.

A série consegue manter os objetivos do livro  que é fazer um profunda reflexão sobre adolescência e suicídio e consegue fazer tudo isso com uma clareza e emoção incalculável.

Todo mundo que se importa minimamente com  o impacto que suas atitudes causam na vida de outras pessoas iram se emocionar com a série e aclamá-la, além de passarem sua mensagem adiante e é por isto que a série é feita para aqueles que se importam.

Se você ainda não assistiu a série confira abaixo o trailer legendado:

Lady Hortencia

20 e poucos anos, estudante de Direito, curte um bocado de cultura nerd e artes visuais, nas horas vagas cuida da sede desse Conselho e tenta manter tudo em ordem

More Posts

Commentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *