DRAGON BALL SUPER: Muito mais do que nostalgia

DRAGON BALL SUPER: Muito mais do que nostalgia

18 anos depois, temos uma nova saga de Dragon Ball das mãos de seu criador, Akira Toriyama. Após a derrota de Majin Buu, Goku arranja um novo emprego como fazendeiro de nabos, coisa da Chi Chi por que segundo ela, ele tem que trabalhar. Agora que a Terra está em paz, nossos heróis levam vidas mundanas, mas não por muito tempo. Longe dali, Beerus, o poderoso Deus da Destruição do universo 7, recebe uma profecia de que encontrará seu fim nas mãos de um ser ainda mais poderoso, e sua busca pelo Deus dos Saiya-jins o traz para a Terra.

Para proteger a Terra, Goku se transforma no Deus Super Sayajin para lutar contra Bills e, apesar de perder, a luta acalma o Deus da Destruição o suficiente para que ele decida poupar o planeta. Enquanto Goku e Vegeta saem com Bills e seu ajudante Whis para treinamento, dois remanescentes do exército de Freeza chegam à Terra e usam as Esferas do Dragão para revivê-lo. Freeza, em seguida, reúne suas forças e volta a decretar sua vingança em Goku e seus amigos, mas apesar de ficar forte o suficiente para alcançar uma nova transformação, ele é mais uma vez derrotado por Goku.

Lord Bills e Whis

Em uma época posterior, Champa, o irmão gêmeo de Bills e o Deus da Destruição do Universo 6, aparece e o convence a realizar um torneio entre os melhores lutadores do universo de cada deus para uma posse da Terra. Goku, Vegeta, Piccolo e Majin Boo se juntam ao jogo, que terminam em uma vitória surpreendente para a equipe de Bills após os lutadores mais fortes de cada lado, Goku e Hit do Universo 6 acabam perdendo.

Goku Black

Depois que o torneio foi concluído, Trunks do Futuro reaparece, trazendo notícias de um novo, poderoso inimigo assemelhando-se a Goku, conhecido como Goku Black. Goku e os outros eventualmente descobrem que Goku Black é realmente um Kaiō-shin do Universo 10 chamado Zamasu, que sequestrou o corpo de Goku de um cronograma diferente como parte de seu plano para alcançar a imortalidade e acabar com todos os mortais.

Algum tempo depois que a ameaça de Zamasu é eliminada, um novo torneio é organizado por Zen-Oh, o rei de todos os universos, apresentando equipes de lutadores de cada universo, chamado Torneio de Poder. Os guerreiros Goku, Vegeta, Piccolo, Majin Boo, Gohan, Androide 17, Androide 18, Kuririn, Tenshinhan e Mestre Kame se juntam ao torneio como representantes do Universo 7 em uma batalha que pode decidir seu destino.

ABERTURAS

O primeiro tema de abertura é “Chōzetsu☆Dynamic!” (lit. “Dinâmica Excelente!”) interpretado por Kazuya Yoshii, integrante da banda de rock and roll, The Yellow Monkey, já o primeiro tema de encerramento é “Hello Hello Hello” (Olá, Olá, Olá) interpretado pela banda de rock and roll, Good Morning America.

As letras da canção “ChōzetsuDynamicforam escritas por Yukinojo Mori, que já havia escrito várias canções para a franquia Dragon Ball. Norihito Sumitomo, o compositor dos filmes Dragon Ball Z: Kami to Kami e Dragon Ball Z: Fukkatsu no F, também compôs a banda sonora de Dragon Ball Super.

Em 5 de fevereiro de 2017, a nova canção coincidiu com o lançamento do novo arco, chamado de “Sobrevivência do Universo”.

No vídeo abaixo, podemos ver mais dos Deuses da Destruição, Goku, Kuririn e até a possível primeira super saiyajin da franquia. Assista abaixo (em japonês):

 

       AVALIAÇÕES  DE FÃS

Superando-se a cada episódio!
Por DJ-Marquinhos
A cada episódio Akira Toriyama consegue resgatar aquele sentimento que acabou sendo deixado de lado pelos fãs na saga GT. O anime conta com arcos incríveis que te envolve de uma forma inexplicável, você fica a semana inteira esperando para lançar um novo capítulo, isso lembra aquele mesmo sentimento de quando acordava-mos de manhã para assistir esta obra espetacular. 5 Stars
Nostalgia aliada a pancadaria
Por jcmihalski
Uma coisa que me chamou a atenção desde o primeiro episódio é a comédia presente no anime, pois adorava as situações inusitadas e engraçadas em que Goku e sua turma se metia (até mesmo em fillers, como por exemplo, as “esferas” que Goku mostra para uma mulher da Red Ribon). Dragon Ball Super manteve as piadas da série clássica com as lutas frenéticas de DBZ, sem contar as referências com eventos do passado que atiçam ainda mais a nostalgia daqueles que outrora assistiram Goku no SBT, Band e Globo.
Recomendo!! 5 Stars
Uma dos melhores animes!
Por AcerMann
Muito bom, esse anime com certeza não perdeu a essência dos antigos Dragon Ball e Dragon Ball Z com personagens com as mesmas características. O que leva a pensar quanto tempo será que esse anime ainda vai continuar a nos dar alegria. Obrigado Akira Toriyama. 5 Stars
Luta entre Freeza e Goku, Dragon Ball Super

Lady Abi

Educadora de Cultura e Cidadania no CPDCE/UFV e Militante no Levante Popular da Juventude, nerd nas horas vagas e as utilizo para fazer maratonas, principalmente de One Piece e O Hobbit/Senhor dos Anéis, amo.

More Posts

Follow Me:
Facebook

Commentários

comments

3 Comentários


  1. Gostei muito do que li aqui no seu site.Estou estudando o assunto,Mas quero agradecer por que seu texto foi muito valido. Obrigado 🙂

    Responder

  2. eu adoro animes e assistir episodios online, parabéns pelo site muito bem elaborado
    um abraço

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *